João Oliveira justifica adiamento do regresso de Jerónimo com "avaliação médica" pós-cirurgia

por Antena 1

Nuno Veiga - Lusa

O dirigente comunista João Oliveira justificou o adiamento do regresso de Jerónimo de Sousa à campanha eleitoral com a "avaliação médica" que está a ser feita na sequência da cirurgia a que foi submetido o secretário-geral do PCP há uma semana.

"Não tenho ideia de que a data que está prevista para o regresso do meu camarada Jerónimo de Sousa resulte de uma circunstância negativa. Julgo que isso tem que ver com a própria avaliação médica. Não me atrevo a meter a foice em terra alheia", disse João Oliveira, depois de questionado por uma jornalista sobre um hipotético agravamento do estado de saúde do líder comunista.
pub