Lacerda Sales considera que está encerrado o diferendo com o ministro da Cultura

por Antena 1

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito à TAP garante que nada mais tem a dizer sobre o facto de Pedro Adão e Silva não ter pedido desculpa pelas críticas feitas aos deputados e por ter reafirmado que alguns momentos da comissão de inquérito não edificam a democracia.

Ouvido, esta manhã, pela Antena 1, António Lacerda Sales diz que é tempo de pôr um ponto final na troca de argumentos com o ministro da Cultura.

Ainda assim, deixa um aviso, argumentando que um membro do Governo é sempre um membro do Governo.

Foi a primeira vez que António Lacerda Sales presidiu a uma Comissão de Inquérito na Assembleia da República.

Um desafio exigente, assume o ex-secretário de Estado da Saúde, mas que cumpriu o objetivo.

Quanto às conclusões e ao relatório preliminar apresentado na semana passada e alvo de várias críticas e propostas de alteração, Lacerda Sales não faz comentários.

O relatório final da CPI à TAP é votado depois de amanhã.
pub