Líder parlamentar do BE desafia Domingues a mostrar SMS

| Política

Pedro Filipe Soares instou o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos a revelar a troca de mensagens com o ministro das Finanças
|

O ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos António Domingues deve mostrar as mensagens que trocou com o ministro das Finanças, Mário Centeno, uma vez que “já o fez pela calada”. O repto é de Pedro Filipe Soares. Em entrevista à Antena 1, o líder parlamentar do Bloco de Esquerda esclarece, ainda sobre o banco do Estado, que não há concertação à esquerda para travar uma nova comissão de inquérito.

António Domingues, desafia o líder parlamentar bloquista, deveria pôr a descoberto a troca de SMS com Mário Centeno.

“O repto que fazemos a António Domingues é que aquilo que ele já fez pela calada a muitas pessoas, como é público, então que o faça com toda a transparência e depois, daí, que se assaquem todas as responsabilidades”, lançou Pedro Filipe Soares, entrevistado pela editora de Política da Antena 1, Maria Flor Pedroso.


Quanto à nova comissão de inquérito à Caixa, pretendida por PSD e CDS-PP, o dirigente do Bloco de Esquerda aclarou que não há concertação à esquerda para travar essa iniciativa. Adverte também que, se se tratar de um inquérito parlamentar para revelar os SMS, “há jurisprudência que diz que não é legal”.
Paraísos fiscais valem críticas ao PS
Quanto à polémica que voltou a estalar nos últimos dias em torno de milhares de milhões de euros transferidos para offshores, Pedro Filipe Soares acusa os socialistas de terem ajudado a formar uma maioria negativa para impedir a alteração de legislação parada na Assembleia da República há oito meses.

O deputado referiu-se a um conjunto de propostas relacionadas com o combate à criminalidade económica, financeira e fiscal à espera de ser trabalhado, acrescentando que foram rejeitados projetos do BE sobre esta matéria porque não há vontade política de mudar, desde logo no que toca à proibição de transferências para offshores.

Pedro Filipe Soares afirmou ainda que é prematuro falar de uma comissão de inquérito sobre a saída sem controlo de dez mil milhões para offshores. Primeiro é preciso que aconteçam as audições – já confirmadas - de Paulo Núncio e Rocha Andrade.
Críticas a Belém

Também o Presidente da República não escapa a críticas por parte do líder parlamentar do Bloco. Pedro Filipe Soares acusa Marcelo Rebelo de Sousa de querer “determinar quem tem o seu aval, a sua confiança no Governo e isso pode ser perigoso em democracia”. O Presidente, sustenta, deve circunscrever-se às suas funções.

Nesta entrevista à editora de Política da rádio pública, o dirigente do Bloco de Esquerda alude mesmo ao decreto de lei do gestor público, para dizer que “não está claro para o país” se o Presidente da República “tinha consciência de todas as implicações” do diploma quando o promulgou. E sublinha que “o ato de promulgação é político”, pelo que responsabiliza o Chefe de Estado.

Pedro Filipe Soares admite, por fim, não ter ficado satisfeito com a resposta do primeiro-ministro, António Costa, sobre a venda do Novo Banco.

“Todos nós já percebemos que esses 3,9 mil milhões de euros já se perderam. Até que o Governo nos prove que está a devolver esse dinheiro, nós não vemos nenhum cêntimo de volta”, frisou.

Tópicos:

António Domingues, Bloco de Esquerda, Caixa Geral de Depósitos, Entrevista, Líder, Mário Centeno, Offshores, Parlamentar, Pedro Filipe Soares,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.