Nuno Melo. CDS ainda não falou com ninguém para constituir coligações

por RTP

FOTO: Filipe Amorim - Lusa

Em entrevista ao 360, Nuno Melo explicou que o partido "ainda não falou com ninguém, nem formalmente nem informalmente, para constituir coligações" para as eleições antecipadas de 10 de março.

"O partido está mobilizado como não esteve noutros tempos", garantiu o presidente do CDS-PP, ao sublinhar que "o CDS está preparado para fazer por si".

Nuno Melo deu um exemplo desa mobilização apontando alguns dos quadros que recentemente se juntaram em torno de um objectivo comum: Adolfo Mesquita Nunes, Francisco Mendes da Silva, Cecília Meireles ou Pedro Mota Soares.

Quanto a um cenário de coligação, o líder centrista sublinhou as vantagens desta modalidade quando comparada com uma estratégia pré-eleitoral marcada pela fragmentação do espaço político de centro-direita.

Esse projecto de centro-direita, com a convergência do PSD e do CDS, é visto por Nuno Melo como crucial para a recuperação do poder possibilitando devolver aos portugueses "o crescimento da economia, a credibilidade do Estado e a eficácia aos serviços públicos".

Por outro lado, e apesar de sublinhar que o CDS é "um parceiro estável quando em coligação", garante que o partido "está preparadíssimo para ir a votos sozinho" e que mesmo "sozinho elegerá para a Assembleia da República".
pub