Em direto
Zelensky visita Portugal com acordo de cooperação militar na agenda

Operação Influencer. Ventura condena "pressão civil" para "ilibar" Costa

por RTP

Foto: Tiago Petinga - Lusa

O líder do Chega considera que existe uma "pressão civil" para ilibar o ex-primeiro-ministro, António Costa, da Operação Influencer, permitindo-lhe iniciar cargos europeus. Em declarações aos jornalistas esta quinta-feira, André Ventura defendeu ainda uma investigação no Parlamento aos negócios do lítio e do hidrogénio.

“Nós não sabemos o que vai acontecer com a Operação Influencer. Acho que há um sinal que é preocupante, que é uma pressão enorme na sociedade civil” de “ilibar António Costa, coisa que não aconteceu com outros políticos envolvidos e com outros processos”, declarou Ventura.

Parece que há uma espada sobre o tribunal a dizer ‘absolvam-no lá rápido, porque ele tem de ir para o Conselho Europeu’. Ora, nós ou temos uma justiça igual para todos, ou não temos”, acrescentou.

O presidente do Chega não acredita, porém, que “haja uma tentativa da Presidência, muito menos do tribunal, de fazer branqueamento”. “Acho é que há uma pressão civil nesse sentido”, insistiu.

André Ventura continua a defender que “o Parlamento deve fazer uma investigação profunda sobre os negócios do lítio e do hidrogénio” independentemente “das questões judiciais que afetam António Costa, [Vítor] Escária, ou outros”.
pub