NATO. Bazar solidário apoia associações portuguesas

| Europa

Reportagem
Para o embaixador português na NATO, Luís de Almeida Sampaio, este é um dos dias mais especiais da instituição
|

Duas associações portuguesas receberam esta terça-feira, em Bruxelas, o apoio do bazar solidário da NATO. A iniciativa, já com 14 anos, junta os familiares dos militares que trabalham no quartel general da Aliança Atlântica em ações de solidariedade com as quais querem reunir verbas para apoiar quem ajuda os outros.

A Dignitude e a Mellitus Criança foram as associações portuguesas escolhidas este ano, depois de se candidatarem. Esta segunda-feira foi o dia de virem a Bruxelas receber as ajudas.

A iniciativa já tem 14 anos e surgiu da vontade dos familiares dos militares que quiseram juntar o útil ao agradável.

O objetivo da NATO Charity Bazaar, um organização sem fins lucrativos é a de juntar familiares dos pessoal militar da Aliança em iniciativas que permitam o convívio, mas com um vertente solidária.


Antena 1

Por isso, todos os anos organizam jantares, vendas de produtos portugueses e uma série de outras iniciativas com as quais querem angariar verbas para apoiar associações que se dedicam a ajudar outros. Sílvia Melo é este ano a representante portuguesa neste projecto multinacional.

“Este projecto normalmente é conduzido pelas esposas dos militares que trabalham em Bruxelas e o meu marido é dos militares que cá trabalha por isso aderi a este projecto com todo o carinho”, afirma.

E se durante todo ano organizam jantares, vendas de vinho ou de azeite português, convívios, é normalmente em novembro que conseguem as verbas mais avultadas. É nesse mês que a NATO recebe o Charity Bazaar e este ano os representantes portugueses tiveram presentes em três stands.

“São cerca de cinco mil pessoas a passar por cá. O ano passado tivemos um stand com vinhos portugueses, outro com louça nacional e um restaurante com comida portuguesa feita por nós”, explica Sílvia Melo.

Como é de solidariedade que se fala, os portugueses não podiam estar ausentes, como explica o representante português na NATO, vice-almirante Silvestre Correia: “A comunidade portuguesa é das mais pequenas em termos de representação mas nem por isso deixa de ser das mais ativas. E isso fica demonstrado pelo resultado que conseguimos obter. É uma mobilização de carinho, solidariedade e esforço. Para nós é absolutamente gratificante poder participar, de forma solidária, com estas instituições”.
As instituições selecionadas
Este ano foram duas as instituições portuguesas selecionadas. Cada uma vai receber dez mil euros. Uma delas a Dignitude, que junta a sociedade civil para apoiar pessoas economicamente frágeis e que por isso não podem adquirir os medicamentos de que precisam. Foi representada, em Bruxelas, por Maria de Belém Roseira.

“Está clara a importância que tem que uma organização e os seus militares se juntem para pensar em solidariedade uma vez que normalmente se associa a sua função a actividades completamente diferentes. Há espaço, em todos nós, para a solidariedade uma vez que todos somos responsáveis pelos outros”.

Este projeto já tem 14 anos, mas para muitos é ainda desconhecido. Para Helder Dias Martins o representante da Mellitus Criança, que apoia jovens com diabetes em contexto escolar e hospitalar, foi uma boa surpresa descobrir que existe esta vontade no seio da NATO.

“Eu não sabia, desconhecia. Mas depois fui pesquisar na net e fizemos um projeto. Conseguimos estar aqui hoje para receber esta verba, que até é maior que a que propusemos. Estamos de coração cheio”.

Para o embaixador português na NATO, Luís de Almeida Sampaio, este é um dos dias mais especiais da instituição.

“Isto é sobretudo mérito dos militares, neste caso dos militares portugueses que estão na NATO, e uma iniciativa que via congregar fundos que depois são atribuídos a instituições conhecidas e reputadas e que nos dão a absoluta garantia da utilização conscienciosa destes fundos”, enfatiza.

Este ano as atividades solidárias das famílias dos militares da NATO conseguiram, ao todo, juntar 173 mil euros para ajudar instituições de vários países.

Tópicos:

Aliança Atlântica, Associações, Bazar solidário, NATO,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.