Em Setúbal, o choco é aproveitado até ao osso

por Antena 1

Foto: Direitos Reservados

Em Setúbal, a terra do choco frito, professores e alunos do Instituto Politécnico local desenvolveram uma fórmula que aproveita o osso do choco, rico em carbonato de cálcio, para uso na medicina dentária.

Material natural e biológico, o osso do choco pode ser transformado e aproveitado, por exemplo, na indústria biomédica, em próteses e na medicina dentária.

O projeto Hachoco começou há mais de dois anos e envolve os alunos de engenharia biomédica do Instituto Politécnico de Setúbal.

Esta tarde, na Casa da Baía, será apresentado à comunidade e com maior detalhe o estudo inédito sobre o aproveitamento do osso do choco.