Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho apadrinham inauguração da Casa das Artes de Felgueiras

| Cultura

Os atores Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho vão ser os padrinhos da Casa das Artes de Felgueiras, um novo espaço cultural que vai ser inaugurado no dia 30 de setembro, revelou hoje à Lusa fonte da autarquia.

Este equipamento traduz a remodelação do antigo cineteatro Fonseca Moreira que se encontrava bastante degradado, ao qual foi acrescentado um novo espaço, contíguo, que funcionará como café-concerto.

A obra, que custou mais de quatro milhões de euros, foi iniciada no último mandato da autarca Fátima Felgueiras e aparentemente concluída há cerca de dois anos.

No entanto, a sua abertura foi sendo sucessivamente adiada pelo novo executivo PSD/CDS, que ganhou as eleições autárquicas, em outubro de 2009.

Os novos autarcas alegaram sempre que a obra não estava concluída, ao contrário do que defendera publicamente Fátima Felgueiras, atualmente vereadora na oposição.

Para o fim de semana de 30 de setembro a 02 de outubro, além de uma homenagem aos atores Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho, a autarquia está a preparar um programa que incluirá peças de teatro, com entrada gratuita, e a possibilidade de a população poder visitar o interior do equipamento.

A Casa das Artes de Felgueiras, que será gerida pela empresa municipal para a área da cultura, ACLEM, será o maior e o mais completo equipamento cultural da região do Vale do Sousa.

Neste equipamento trabalharão em permanência entre 12 a 15 pessoas.

Segundo a fonte, a sala de espetáculos será palco de animação cultural frequente, "abrindo portas a diferentes manifestações artísticas", incluindo as que são protagonizadas pelas associações do concelho.

Tópicos:

Eunice Muñoz Ruy,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.