Altri propõe pagar dividendo extraordinário de 0,25 euros por ação

| Economia

A Altri anunciou hoje que o Conselho de Administração da empresa vai propor o pagamento de um dividendo extraordinário de 0,25 euros por ação, no montante global de até 51,2 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) sobre a atividade até setembro, a produtora de pasta de papel de eucalipto refere que, "constatando a evolução favorável dos resultados durante a parte já decorrida do presente exercício e a existência de liquidez compatível com adiantamento sobre lucros, o Conselho de Administração da Altri encetou um processo com vista à deliberação de adiantamento sobre os lucros no decurso do exercício".

A empresa refere que este adiantamento, "no montante global de até 51.282.918,00 euros, a que corresponderá um dividendo de 0,25 euros por ação".

Ou seja, "cumpridos todos os requisitos legais, o Conselho de Administração estará em condições de validamente deliberar o adiantamento sobre os lucros no decurso do exercício, em reunião a realizar previsivelmente na primeira quinzena de novembro", acrescenta.

Além de produtora de pasta de papel, o grupo Altri está presente na área das energias renováveis de base florestal, nomeadamente a cogeração industrial através de licor negro e a biomassa.

Atualmente, o grupo português gere cerca de 84 mil hectares de floresta em Portugal e detém três unidades fabris com uma capacidade instalada que em 2014 ascendeu a cerca de 990 mil toneladas por ano de pasta de papel branqueada de eucalipto.

"A empresa concluiu um projeto de pequenos projetos de otimização de eficiência operativa que permitirão, a médio prazo, aumentar a capacidade produtiva e diversificar a base de clientes", refere a empresa.

O lucro da Altri mais que triplicou (270,6%) nos primeiros nove meses, face a igual período de 2014, para 84,7 milhões de euros e as receitas subiram 21,5% para 494,3 milhões de euros.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.