Ex-quadro do BCP indignado com Movimento dos Reformados Indignados

| Economia
Ex-quadro do BCP indignado com Movimento dos Reformados Indignados

Foto: Inácio Rosa/Lusa

A apresentação do Movimento dos Reformados Indignados, liderado pelo ex-presidente do BCP Filipe Pinhal, ficou marcada pela intervenção de um antigo quadro do banco que se mostrou indignado com a indignação de banqueiros que têm elevadas reformas.

“Vocês ganham 20 e 25 mil euros. Há pessoas com 300 euros. Há crianças que não comem e vocês estão aqui a reivindicar”, protestou Fernando Loureiro. “Ao longo destes anos capitalizaram. Desculpem lá. Isto é uma fantochada”, acrescentou.

O incidente foi desvalorizado pelos membros do Movimento dos Reformados Indignados. Ainda assim, já do lado de fora, Fernando Loureiro insistiu nas críticas.

“Isto revolta-me. Trabalhei lá e estes gajos adulteravam balanços das ‘offshores’ para apresentar lucros para depois dividirem a maquia entre eles. Eles já ganharam muito dinheiro”, apontou o bancário reformado.

(com Sandra Henriques)

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Passaram sete anos desde o início das “Primaveras Árabes”. Regimes mudaram, guerras civis rebentaram, houve conflitos que alteraram dinâmicas regionais e vazios de poder que deram origem a Estados falhados.

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.