Semanário Sol despede 20 pessoas

| Economia

O semanário Sol comunicou hoje a 20 trabalhadores que iriam ser despedidos, dos quais pelo menos sete jornalistas, disse hoje à Lusa um dos trabalhadores da empresa.

De acordo com a mesma fonte, os despedimentos prendem-se com "redução de custos".

A Lusa tentou obter uma reação do diretor do jornal, José António Saraiva, mas até ao momento não foi possível.

O semanário Sol, lançado em 2006, é atualmente detido pelo grupo de capitais angolano Newshold, tendo-se assumido como jornal da lusofonia, com edições para Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Tópicos:

Media Semanário Sol,

A informação mais vista

+ Em Foco

Falta apenas uma semana para as eleicões gerais em Angola. Apesar da crise que afeta o país, os preços imobiliários em Luanda fazem da capital angolana a cidade mais cara do mundo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.