CNE considera "infundadas" reclamações da UNITA

| Mundo

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola anunciou hoje em Luanda que considera "infundadas" as reclamações da UNITA e apelou ao partido para que colabore para que o processo eleitoral decorra com toda a normalidade.

O anúncio foi feito pela porta-voz da CNR, Júlia Ferreira, após cerca de cinco horas de reunião para discutir queixas do principal partido da oposição angolana sobre os preparativos para as eleições gerais marcadas para 31 de agosto.

Esta decisão da CNE abre caminho à "manifestação popular" de protesto, convocada pela UNITA contra o que considera ser a organização do escrutínio "à margem da lei".

A manifestação, prevista para sábado na capital angolana, realizar-se-á seis dias antes da votação.

Tópicos:

CNR Júlia,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.