Governo cabo-verdiano lamenta morte do Presidente da Guiné-Bissau

| Mundo

O ministro das Relações Exteriores cabo-verdiano lamentou hoje a morte de "um grande amigo de Cabo Verde", sublinhando que o Presidente Malam Bacai Sanhá "desempenhou bem as funções" e manteve o "equilíbrio" na Guiné-Bissau.

"O Governo de Cabo Verde ficou espantado com a morte de Malam Bacai Sanhá e lamenta a morte de uma personalidade histórica", disse Jorge Borges aos jornalistas na capital cabo-verdiana, ainda surpreendido com a notícia divulgada hoje pela Presidência guineense.

O Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, morreu hoje no hospital Val de Grâce, em Paris, anunciou a Presidência guineense em comunicado.

O porta-voz da Presidência, Agnelo Regala, disse à Lusa que Malam Bacai Sanhá morreu na manhã de hoje às 11:10 (hora local, 10:10 em Lisboa) na unidade hospitalar francesa, onde se encontrava internado desde finais de novembro.

O ministro das Relações Exteriores de Cabo Verde manifestou a esperança de que a morte de Malam Bacai Sanhá "não prejudique o clima político" na Guiné-Bissau e apelou ao "respeito pela normalidade democrática".

O chefe da diplomacia cabo-verdiana lembrou que em dezembro houve "um pequeno incidente", garantindo que "está tudo ultrapassado", referindo-se à crise militar do passado dia 26, que resultou na morte de duas pessoas e na prisão do chefe de Estado da Armada, Bubo Na Tchuto, mais outras 25 pessoas.

O ministro cabo-verdiano garantiu que o seu país estará representado nas cerimónias fúnebres, tudo dependendo agora do calendário que será acertado e definido pelo Governo guineense.

 

Tópicos:

Armada Bubo, Val Grâce,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um estudo recente demonstra que pescar abaixo dos 600 metros de profundidade pode trazer graves problemas no ecossistema marinho.

    Milhares de migrantes procuram refúgio na Europa em fuga da guerra e da instabilidade no Médio Oriente e África.

      A rádio pública completou 80 anos. Assinalámos a data com cinco entrevistas e outras cinco reportagens.

        Tire uma fotografia, escreva um e-mail com nome, local e descrição e envie para ferias@rtp.pt.