Lamia com licença suspensa

| Mundo

A companhia aérea Lamia, à qual pertencia o avião que se despenhou tem a licença suspensa. As autoridades colombianas confirmaram que o acidente aconteceu porque o avião não tinha combustível.

O piloto, que também era sócio da companhia, deveria ter feito uma escala técnica para reabastecimento de combustível e não fez.

O avião tinha combustível para viajar três mil quilómetros e o voo era de 2.985 quilómetros.

Ou seja menos, o combustível só dava para mais 15 quilómetros para além do destino.

Nas ultimas horas, o Hospital de Rio Negro, na Colômbia, apresentou o boletim clínico dos elementos da tripulação feridos.

O diretor do Hospital San Vicente contou que o jogador do Chapecoense, Jackson Follman foi amputado de uma perna.

A informação mais vista

+ Em Foco

O vinho e o queijo, a simpatia dos portugueses e o bom tempo. A ainda embaixatriz dos EUA só tem um defeito a apontar: a forma como os portugueses lidam com os erros. Kim Sawyer conta a sua história de vida à RTP.

    Em entrevista à Antena 1, o eurodeputado considera que a estabilidade pode ser minada pela polémica da TSU.

    Amir Ashour é o primeiro iraquiano a dar a cara pelos direitos gay no seu país. Em segurança na Suécia, revela à RTP episódios de tortura e de rejeição.

      O antigo Presidente da República morreu aos 92 anos. Recordamos aqui os principais momentos de uma figura incontornável da História de Portugal.