Mais de 1.500 pessoas retiradas devido a erupção de dois vulcões na Indonésia

| Mundo

Mais de 1.500 pessoas foram retiradas hoje na Indonésia devido à erupção dos vulcões Merapi, na ilha de Java, e Sinabung, na ilha de Sumatra, informou a imprensa local.

A Agência Nacional de Gestão de Desastres indicou que 1.681 pessoas foram retiradas das imediações do Monte Sinabung, no norte de Sumatra, onde uma nuvem de cinzas e fumo alcançou até 8.000 quilómetros de altura.

Esta foi a segunda erupção consecutiva do Sinabung, que entrou também em atividade no domingo.

Na zona central de Java, o vulcão Merapi entrou em erupção, forçando a retirada de centenas de pessoas, tendo expelido uma nuvem de fumo e cinzas que afetou até 69 quilómetros da cratera.

A última grande erupção do Merapi foi registada em outubro de 2010, quando uma nuvem de cinza causou a morte a 32 pessoas e forçou a retirada de 50 mil.

Tópicos:

Java,

A informação mais vista

+ Em Foco

Cavalo de Troia. Mãe de todos os tratados. As designações ficam aquém do que está a ser forjado por Washington e Bruxelas.

    Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Será emitida todas as segundas-feiras.

      Rogério Fernandes Ferreira chama a atenção para a necessidade de criar regras para o acesso automático do Fisco aos dados bancários dos cidadãos.

      Há 90 anos foi criada a primeira polícia política destinada a proteger a ditadura criada nesse ano. A RTP começa agora a emitir uma série de nove episódios sobre a história dessa polícia.