Mais de 1.500 pessoas retiradas devido a erupção de dois vulcões na Indonésia

| Mundo

Mais de 1.500 pessoas foram retiradas hoje na Indonésia devido à erupção dos vulcões Merapi, na ilha de Java, e Sinabung, na ilha de Sumatra, informou a imprensa local.

A Agência Nacional de Gestão de Desastres indicou que 1.681 pessoas foram retiradas das imediações do Monte Sinabung, no norte de Sumatra, onde uma nuvem de cinzas e fumo alcançou até 8.000 quilómetros de altura.

Esta foi a segunda erupção consecutiva do Sinabung, que entrou também em atividade no domingo.

Na zona central de Java, o vulcão Merapi entrou em erupção, forçando a retirada de centenas de pessoas, tendo expelido uma nuvem de fumo e cinzas que afetou até 69 quilómetros da cratera.

A última grande erupção do Merapi foi registada em outubro de 2010, quando uma nuvem de cinza causou a morte a 32 pessoas e forçou a retirada de 50 mil.

Tópicos:

Java,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à Antena 1 e Jornal de Negócios, José Theotónio considera que existe uma diferença de preços muito significativa em relação a mercados concorrentes.

Em entrevista à RTP, o embaixador francês analisa o atual momento do país, os populismos, os emigrantes portugueses e o interesse francês em Portugal.

    A Associação Adeptos dos Sonhos faturava cerca de 2600 euros por dia, alegadamente para ajudar crianças carenciadas, mas 90% do dinheiro que recebia ia para uma empresa privada do namorado da presidente.

    Entrevista de D. António Marto, Bispo de Leiria-Fátima, à RTP.