Investigador de Coimbra premiado por sistema alternativo de redução de velocidade

| País

Um sistema alternativo às lombas de redução de velocidade rodoviária está a ser desenvolvido na Universidade de Coimbra por um aluno de doutoramento distinguido hoje com um prémio de 10 mil euros.

Doutorando em Sistemas de Transportes do programa MIT Portugal na UC, o investigador Francisco Duarte foi distinguido na primeira edição do prémio Inovação Segurança Rodoviária, do Automóvel Clube de Portugal (ACP), pelo seu protótipo "VENEX", que está em fase de construção.

Francisco Duarte propõe um sistema de redução de velocidade "que induz a desaceleração dos veículos sem causar desconforto para os automobilistas, danos para os veículos e sem causar ruído, queixas habitualmente atribuídas às habituais lombas redutoras de velocidade (LRV)", anunciou hoje o MIT Portugal em comunicado.

"Prevê-se que os ensaios laboratoriais decorram no início do próximo ano e que o projeto-piloto seja implementado no segundo semestre de 2017", adiantou.

Designado Vehicle Energy Efficient Extractor (VENEX), o protótipo "funciona como uma espécie de tapete que é colocado no pavimento e reduz de forma ativa a velocidade de circulação dos veículos através da extração de energia cinética, com um impacto mínimo sobre as viaturas", ao contrário das LRV.

"O sistema absorve a energia do veículo e fá-lo desacelerar de forma segura, sem ruído e sem que seja sentido pelo condutor. Deste modo, os condutores que circularem dentro dos limites legais definidos não serão penalizados, sendo retirada a energia em função da necessidade do local", segundo a filial portuguesa do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Em substituição das lombas, a redução de velocidade passa a resultar da "extração energética do veículo, sem qualquer ação do condutor, ao invés de funcionar por indução de desconforto dos ocupantes do veículo, o que provoca frequentemente danos nos automóveis e lesões nos passageiros", devido ao impacto.

"Ao atuar diretamente sobre as viaturas, esta solução poderá ser eficaz em diversos locais, como na imediação de passadeiras, cruzamentos, rotundas, zonas residenciais, escolares e hospitalares, entre outras áreas onde se pretenda controlar de forma eficaz a velocidade", salienta a nota.

Citado pelo MIT, um estudo realizado em Portugal, em 2012, concluiu que os custos sociais e económicos médios anuais devido a acidentes rodoviários rondam os 2.500 milhões de euros, 1,54% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

O prémio Inovação Segurança Rodoviária é uma iniciativa do ACP, em parceria com a BP Portugal, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e a Agência Nacional de Inovação.

O montante de 10 mil euros concedido a Francisco Duarte será investido no desenvolvimento do protótipo.

Tópicos:

Citado, Iação Rodoviária, Massachuts Institute,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Redação da RTP votou sobre as figuras e acontecimentos mais destacados, a nível nacional e internacional. Veja aqui as escolhas.

    O embaixador russo em Lisboa afirma, em entrevista à RTP, que as declarações e decisões de Donald Trump sobre Jerusalém podem incendiar todo o Médio Oriente.

    Rui Rosinha, bombeiro de Castanheira de Pêra, sofreu queimaduras de terceiro grau e esteve dez horas à espera de ser internado. Foi operado 14 vezes e regressou a casa ao fim de seis meses.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.