Mirandela espera que Estado cumpra compromissos

| País
Mirandela espera que Estado cumpra compromissos

O presidente da Câmara Municipal de Mirandela, António Branco, espera que o Estado e as entidades que assumiram compromissos em relação ao transporte de passageiros na zona do Tua cumpram o prometido.

As populações de várias aldeias da Linha do Tua perderam o único transporte público com o fim do serviço dos táxis alternativos ao comboio. A CP deixou de financiar este serviço que permitia a mobilidade das populações entre o Cachão e o Tua.

Em declarações à Antena1, António Branco afirma que as entidades envolvidas devem cumprir os seus compromissos, até porque a autarquia não tem dinheiro para suportar o serviço. “Nós não temos condições para assumir de forma individualizada todo esse esforço”, admite.


Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Meio século depois, o Parlamento soviético dos finais da Guerra Fria repudiou o Pacto. Decorridos mais 30 anos, Putin quer reabilitá-lo.

    A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.