Comunistas reunidos a partir de hoje para debate e reeleição de Jerónimo

| Política

O XX Congresso do PCP inicia-se hoje com 1.200 delegados reunidos até domingo em Almada para elegerem um novo Comité Central, renovarem o mandato do secretário-geral e efetuarem um balanço do acordo inédito com o PS.

A reunião magna dos comunistas portugueses decorrerá no Complexo Municipal dos Desportos "Cidade de Almada", sob o lema "PCP - com os trabalhadores e o povo, democracia e socialismo", cabendo ao secretário-geral, Jerónimo de Sousa, a intervenção de abertura.

Antes do discurso de Jerónimo de Sousa, os delegados vão começar por eleger os membros para a presidência do congresso, inicialmente ocupada pela Comissão Central de Controlo, aprovar a ordem de trabalhos e o horário, o secretariado, a comissão de verificação de mandatos, a comissão de redação para a proposta de resolução política e a comissão eleitoral.

O secretário-geral e os membros dos organismos executivos do Comité Central (Comissão Política e Secretariado Nacional) assumem, de início, a Mesa da Presidência, que propõe a aprovação do regulamento.

Com dois Orçamentos do Estado viabilizados pelo PCP no âmbito do acordo de governo com o PS, as intervenções políticas dos comunistas não deixarão de vincar as diferenças face aos socialistas.

O PCP sublinha as "limitações" por os socialistas "não romperem com os constrangimentos externos" e os "interesses do capital monopolista", lê-se no projeto de resolução política para a reunião magna.

Contudo, a viabilização, no parlamento, do Governo liderado pelo socialista António Costa é justificada pelos comunistas por haver devolução de "direitos e rendimentos" a quem "vive ou viveu do trabalho". Um avanço positivo, mas "insuficiente", considera o PCP.

O encerramento do primeiro dia está previsto para as 20:00.

Os comunistas voltam a encontrar-se no sábado, para o segundo de três dias de trabalhos em que continuarão as intervenções políticas e para a eleição, por voto secreto, dos novos membros do Comité Central, os quais vão depois definir o secretário-geral, os membros dos organismos executivos e da Comissão Central de Controlo.

Segundo dados do PCP, o mais antigo partido político português, com 95 anos, desde a última reunião magna, em 2012, os comunistas recrutaram mais 5.300 militantes, contando atualmente com 54.280 militantes.

Tópicos:

Comité, Secretariado,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

      Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.