Fuga da Arte

Memórias De Um Inventor. Da subjectidade do olhar. Como as cidades gostariam de ter crescido mas a acção dos homens falou mais alto. Texto de Italo Calvino. Música de Oliver Nelson. | 08 Abr, 2018

Partilhar este episódio
Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Fuga da Arte

Fuga da Arte

Memórias De Um Inventor. Da subjectidade do olhar. Como as cidades gostariam de ter crescido mas a acção dos homens falou mais alto. Texto de Italo Calvino. Música de Oliver Nelson. | 08 Abr, 2018

A natureza ficcional, entre o desejo poético e a discreta vocação iconoclasta, que fará do prazer da interrogação a sua lei e do vício da resposta o seu tabu. O espírito do ouvinte terá a última palavra.