Banda desenhada portuguesa volta a estar exposta em Bruxelas

por Lusa

Doze autores portugueses de BD protagonizam uma exposição coletiva que estará presente no Festival de Banda Desenhada de Bruxelas, que começa na sexta-feira na capital belga.

De acordo com o diretor do festival de BD de Beja, Paulo Monteiro, a exposição intitula-se "La bande dessinée portugaise est super!" e conta com pranchas de autores portugueses que têm trabalhado tanto no mercado português como estrangeiro, em temáticas como "super-heróis, ficção científica e mundos pós-apocalípticos".

Em exposição estarão obras de André Lima Araújo, Daniel Henriques, Daniel Maia, Eliseu Gouveia, Filipe Andrade, João Lemos, Jorge Coelho, Miguel Mendonça, Miguel Montenegro, Nuno Plati, Ricardo Tércio e Ricardo Venâncio.

Esta é a segunda vez que Paulo Monteiro co-organiza uma exposição de BD portuguesa naquele festival belga, depois de, em 2018, ter levado uma outra mostra de BD contemporânea portuguesa, com obras de 22 autores.

"La bande dessinée portugaise est super!" é uma parceria entre a embaixada de Portugal em Bruxelas, o Instituto Camões e a Bedeteca de Beja.

O festival de BD de Bruxelas, cidade com um vasto património cultural ligado à produção de banda desenhada, decorrerá até domingo com exposições, encontros com autores, apresentação de livros e sessões de autógrafos.

 

Tópicos