Coimbra acolhe competição de robótica para alunos do ensino básico até ao superior

| Cultura

Coimbra acolhe, de 21 a 24 de fevereiro, o Bot Olympics, "a maior competição de robótica da região Centro", para alunos do ensino básico, secundário e superior.

O Bot Olympics vai decorrer no Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Universidade de Coimbra, sendo que este ano a competição é também aberta aos alunos do ensino básico (do 7.º ao 9.º ano), disse à agência Lusa o coordenador do evento, João Bento.

"As escolas, hoje, já trabalham mais com programação e têm clubes de robótica. Já fazíamos o contacto direto com as escolas e várias pediam a prova para o ensino básico", explicou.

Organizado pelo Núcleo de Estudantes de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, em parceria com o Clube de Robótica da Universidade de Coimbra, o evento espera esgotar todas as vagas para os diferentes níveis de ensino, podendo participar, no máximo, 120 alunos, num total de 30 equipas, com quatro membros cada, referiu.

"Acaba por ser uma competição com um espírito bastante dinâmico, que envolve diferentes idades e permite o contacto dos alunos do ensino secundário e básico com a engenharia eletrotécnica" e com uma área que poderão seguir no futuro, salientou João Bento.

No evento, para além de escolas de distritos vizinhos, regista-se também o interesse de estabelecimentos de ensino "de Santarém ou do Algarve, por exemplo".

Os alunos chegam no dia 21 de fevereiro, tendo formações entre a noite desse dia e no dia seguinte de manhã, sendo que têm a partir das 17:00 desse dia até ao dia 24 à hora de almoço para escreverem o código para tentar resolver o desafio colocado.

No caso do ensino básico, as equipas têm que pôr o robô a fazer um percurso delineado por uma linha numa arena, sem que bata nas paredes ou nos obstáculos.

"Ganha quem conseguir fazer o percurso no menor tempo e sem tocar nas paredes ou nos obstáculos, que dão penalizações", aclarou.

No caso do ensino secundário, a prova é semelhante, sendo que a diferença passa por os alunos terem que fazer programação normal, em C++ (linguagem de programação), enquanto no básico a programação é por blocos.

No ensino superior, a arena "simula uma casa em que está a decorrer um incêndio num dos quartos. O robô tem de percorrer os vários quartos até descobrir o incêndio e apagar a vela".

No dia final do Bot Olympics, a prova muda-se para a praça central do centro comercial Alma Shopping, onde o público pode assistir à competição.

O prazo de inscrições para participantes, mentores e voluntários (em https://botolympics.pt/) termina na sexta-feira.

A informação mais vista

+ Em Foco

Ján Kuciak e Martina Kusnírová foram encontrados mortos em casa, a ...

    Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.