Mercado de Matosinhos transforma-se em sala de cinema e espaço de debates sobre viagens

por Lusa

Durante quatro dias, de 12 a 15 de setembro, o Mercado de Matosinhos transforma-se em "sala de cinema" e "espaço de debates e conversas" dedicado às viagens, aventura e ambiente.

O Festival de Cinema Aventura, que nos dois anos anteriores se apresentou como mostra, é de entrada gratuita e envolve, além da exibição de 24 filmes e documentários, conferências, exposições, apresentações, conversas, festas e oficinas, contou à Lusa um dos responsáveis pela organização, Tiago Costa.

"O Mercado de Matosinhos é um sítio improvável para a exibição de filmes, mas é isso que lhe dá interesse. Durante o dia, o mercado funciona normalmente e depois, à noite, quando as bancas fecham transforma-se em sala de cinema com a exibição de filmes numa tela de dez metros", referiu.

De entre o programa destaque para a exibição, no sábado, de o filme de realidade virtual "Rohingya" da autoria dos jornalistas Luís Octávio Costa e Rui Barbosa Batista.

Os espetadores vão poder conhecer uma realidade que não lhes é "próxima", mas que irá aumentar o seu sentido crítico sobre aquela que foi a segunda "maior selva" do Bangladesh e que hoje é o maior campo de refugiados do mundo, onde vivem mais de um milhão de pessoas.

Nesse mesmo dia, entre as 15:00 e 16:00, os autores do filme vão contar a sua experiência no Bangladesh e as plataformas que usam para criar narrativas de viagens apelativas.

No domingo, a Associação de Bloggers de Viagem Portugueses promove um debate sobre o impacto que os criadores de conteúdos de viagens podem ter num determinado destino, nomeadamente sobre o impacto dos conteúdos online na sustentabilidade dos destinos.

A cargo de Rui Barbosa Batista e Filipe Morato Gomes, o objetivo desta conversa é fomentar a reflexão sobre as consequências daquilo que partilham online quando viajam.

Além disso, a WWF Fish Foward apresenta o projeto "Fish Forward" que pretende chamar a atenção para os impactos da pesca não sustentável e um conjunto de personalidades de destaque do movimento ambientalista nacional conversam sobre a Conservação de Natureza em Portugal e sobre o que melhor se faz no país.

Também o autor do blog Pedro On the Road, que partiu de bicicleta numa aventura até ao Cabo da Boa Esperança, dará o seu contributo questionando as diferenças na forma como viajamos.

A organização, a cargo da agência de viagens Nomad em parceria com Câmara Municipal de Matosinhos, espera receber entre duas a três mil pessoas.

Tópicos