Museu Metalúrgica Duarte Ferreira em Abrantes é o Melhor Museu do Ano

| Cultura

O Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, no Tramagal, Abrantes, foi hoje distinguido com o Prémio de Melhor Museu do ano 2018, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), anunciou a entidade.

De acordo com o palmarés hoje anunciado pela APOM, o Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, recebeu uma Menção Especial na mesma categoria.

A cerimónia de anúncio dos premiados decorreu no Museu Nacional dos Coches com a presença de João Neto, presidente da APOM, do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, e do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O Prémio Melhor Museu do Ano é uma das principais distinções atribuídas pela APOM, num total de 25 categorias a concurso, que distinguem, entre outras áreas, a melhor intervenção e restauro, o melhor catálogo, a melhor exposição, mecenato e projeto museográfico.

Este ano a entidade recebeu 253 candidaturas de instituições de Portugal continental e das Regiões Autónomas, bem como de projetos de expositivos portugueses no estrangeiro.

O Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, no Tramagal, concelho de Abrantes, inaugurado no ano passado, conta uma história com mais de um século, desde o dia em que Eduardo Duarte Ferreira ergueu a primeira forja, em 1879, e a data da extinção da Metalúrgica Duarte Ferreira, em 1997.

O projeto de instalação do museu resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Abrantes, da Junta de Freguesia de Tramagal e do Grupo Diorama, de Joaquim Dias Amaro, contando com espaços expositivos e documentais daquela que foi uma das principais empresas metalúrgicas do país.

A APOM, entidade fundada em 1965, dedicada à museologia, atribui os prémios anualmente, desde 1997, a museus, projetos, profissionais e atividades desenvolvidas no setor.

Este ano, a entidade entregou um Prémio Especial ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, "pelo apoio que tem dado ao setor da museologia", disse à agência Lusa o presidente da associação, João Neto.

Em 2017, o vencedor de Melhor Museu Português foi o Museu do Dinheiro, em Lisboa.

Tópicos:

Neto, Tramagal,

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.