Teatro de Ferro de Igor Gandra apresenta em Paris duas peças em francês

| Cultura

A companhia Teatro de Ferro está em Paris, a partir de quarta-feira, para apresentar duas peças, "O Soldadinho" e "OLO", em francês, no Le Mouffetard, conceituado teatro de marionetas da capital francesa, onde atuará até domingo.

É a primeira vez que o Teatro de Ferro, dedicado às artes da marioneta, está presente no Le Mouffetard, apesar de Igor Gandra, fundador da campanhia, já ter marcado presença como programador.

"É a primeira vez que nos apresentamos aqui, apesar de já ter vindo como programador. É um espaço por onde passam artistas de todo o Mundo, e é importante estar aqui. Há alguns convites que começam a ser desenhados a partir desta presença", afirmou Igor Gandra. em declarações à agência Lusa.

"É também uma oportunidade de nos darmos a conhecer ao público francês", acrescentou Carla Veloso, diretora de produção e também intérprete do Teatro de Ferro.

Esta é a reta final da presença de cerca de duas semanas da companhia portuense em França. Antes do Le Mouffetard, apresentaram as duas peças no Scéne Nationale de l`Essone, em Évry, nos arredores de Paris.

A reação do público ao trabalho da companhia portuguesa tem sido "espectacular" e partilhada tanto pelo público infantil como pelo público adulto.

Para se apresentar em França, o Teatro de Ferro traduziu para francês duas das suas criações, "O Soldadinho" e "OTO", levando os seus criadores e também intérpretes a redescobrirem o seu próprio trabalho.

"`O Soldadinho` é um espectáculo especial, é a primeira criação da Teatro de Ferro e data de 1994, e, ao revisitá-lo noutra língua, olhámos para ele de uma forma radicalmente de nova", considerou Igor Gandra.

Já "OLO" é uma criação mais recente, de 2014, e "convida o público a arriscar".

Com o trabalho e projetos em Portugal, a companhia composta a tempo inteiro por quatro pessoas tem dificuldade em aceitar todas as solicitações internacionais que lhe são feitas, mas Igor Gandra estará já em janeiro, em Abu Dhabi, para um novo espectáculo com o compositor Carlos Guedes.

Tópicos:

Essone, Ferro, Igor Gandra, Soldadinho,

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.