Centeno terá voto de Espanha se se candidatar à presidência do Eurogrupo

| Economia

Mário Centeno com Luis de Guindos.
|

Espanha apoiará "naturalmente" uma eventual candidatura de Mário Centeno se o ministro das Finanças português decidir concorrer ao cargo de presidente do Eurogrupo, disse hoje em Bruxelas o ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos.

"Se Mário Centeno se apresentar naturalmente que terá o apoio de Espanha", afirmou, numa conferência de imprensa à margem de uma reunião de ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), o ministro espanhol, que em 2015 concorreu ao cargo, perdendo para o holandês Jeroen Dijsselbloem, que se apresta agora a despedir-se do Eurogrupo após dois mandatos.

Apontando que já teve oportunidade de garantir o seu apoio a Centeno, tal como o ministro português lhe disse que contaria com o apoio de Portugal caso decidisse avançar, o que não é o caso, sublinhou -- "não sou candidato" -, De Guindos comentou que se trata da "afinidade ibérica", que é bem conhecida, "e que sempre foi tradicional entre Espanha e Portugal".

c/Lusa

 

Tópicos:

Eurogrupo,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

      Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.