CGD espera propostas vinculativas por banco no Brasil no 4.º trimestre

| Economia

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) espera ter propostas vinculativas à compra do Banco Caixa Geral -- Brasil no quarto trimestre deste ano, segundo adiantou à Lusa fonte oficial do banco.

Esta quinta-feira, o Governo aprovou em Conselho de Ministros (CM) uma resolução que seleciona os potenciais investidores que serão convidados a apresentar proposta vinculativa pela instituição brasileira, detida pela CGD.

Questionada sobre estes investidores, a mesma fonte adiantou apenas que "está a aguardar-se a publicação da Resolução do Conselho de Ministros aprovada ontem [quinta-feira], dia 22 de agosto, que identificará os mesmos".

"Após a publicação da referida resolução irá iniciar-se a segunda fase do processo. A expectativa é que sejam recebidas propostas vinculativas no 4.º trimestre de 2019", destacou a mesma fonte oficial do banco público.

Na nota do CM, lê-se que "os investidores selecionados serão convidados a desenvolver diligências informativas e a proceder à apresentação de propostas vinculativas de aquisição das ações", sem detalhar quais e quantos são esses investidores.

"Conclui-se, assim, outro passo estratégico para a execução do calendário dos compromissos subjacentes à recapitalização da Caixa Geral de Depósitos pelo Estado", de acordo com o executivo.

No dia 01 de agosto, o Governo aprovou o caderno de encargos da venda da instituição.

"Depois de terem sido recolhidas as intenções dos potenciais interessados na operação, o Governo aprova e dá a conhecer as condições específicas a que deve obedecer a venda direta", lê-se no comunicado divulgado nessa altura depois do CM.

O Governo disse ainda que com a aprovação do caderno de encargos da venda do Banco Caixa Geral -- Brasil é concluído "mais um importante passo no sentido da execução dos compromissos assumidos no âmbito do plano estratégico da CGD, subjacente ao plano de recapitalização garantido pelo Estado".

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.