Comissão Europeia dá 5,7 milhões de euros a três projetos de inovação portugueses

| Economia

A Comissão Europeia vai apoiar com 5,7 milhões de euros três projetos de inovação portugueses nas áreas das novas tecnologias e inteligência artificial, anunciou hoje numa nota informativa.

Os projetos das empresas portuguesas RTP, Sakthi Portugal e VisionWare fazem parte de um lote de 14 europeus, aos quais a Comissão Europeia vai atribuir um total de 34 milhões de euros, financiados pelo programa de incentivo à inovação Horizonte 2020.

Todas as propostas europeias envolvem a participação de vários parceiros, incluindo pequenas e médias empresas, indústria, universidades e organizações sem fins lucrativos, e o seu financiamento visa estimular a produção e comercialização de produtos e serviços inovadores.

Pela RTP, o projeto "Enhanceplayer", financiado em 2,4 milhões de euros, consiste numa "ferramenta de inteligência artificial que melhora a qualidade do vídeo e limita o tráfego de internet vinculado ao `streaming` [tecnologia que envia informações multimédia através da transferência de dados] de vídeo".

Coordenado pela VisionWare, o projeto "Scene" (2,2 milhões de euros) é uma plataforma móvel destinada a "aplicativos de cidades inteligentes na área da segurança".

Um terceiro projeto, o "DigiMat", da Sakthi Portugal, propõe-se desenvolver "soluções inteligentes para materiais digitais na indústria automóvel" e será subsidiado com 1,1 milhões de euros.

A Comissão Europeia financia até três milhões de euros por projeto inovador.

Tópicos:

Sakthi,

A informação mais vista

+ Em Foco

A 15 de outubro de 2017, uma vaga de incêndios fez 50 mortos e dezenas de feridos. Reunimos aqui um conjunto de reportagens elaboradas um ano depois da catástrofe.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

        O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.