Embarcações de pesca local paradas na Póvoa de Varzim

| Economia
Embarcações de pesca local paradas na Póvoa de Varzim

A ver: Embarcações de pesca local paradas na Póvoa de Varzim

Em declarações à RTP, José Festas, da associação Pro-Maior Segurança dos Homens do Mar, avisa que o cenário pode ser catastrófico se a greve durar até quarta-feira da próxima semana.

Naquele ponto específico, estão a ser afetadas sobretudo as embarcações de pesca local, de pequena dimensão, que em alguns casos não têm saído para o mar devido ao limite de abastecimento de 25 litros.

"É complicado estar no mar com uma reserva tão pequena" realça o responsável, sublinhando que o peixe "tem de sair do mar e ser levado rapidamente para a sua venda, se sai do mar e está à espera que o comprador venha ao outro dia, fica muito complicado".

José Festas considera ainda que os compradores devem estar integrados na rede de emergência (REPA). "Achamos que devíamos ser incluídos, têm de alargar o acesso prioritário", frisou.

A informação mais vista

+ Em Foco

Meio século depois, o Parlamento soviético dos finais da Guerra Fria repudiou o Pacto. Decorridos mais 30 anos, Putin quer reabilitá-lo.

    A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.