"Sem o PS não existiria o PREVPAP", reclama deputada socialista

| Economia

O PS assinalou hoje a "feliz convergência" das "forças de esquerda" que tornou possível a regularização dos trabalhadores precários na administração pública e que "sem o PS não existiria o PREVPAP".

"Se é verdade que o PREVPAP foi aprovado com os votos da esquerda, não é menos verdade que sem o PS não existiria PREVPAP", afirmou a deputada socialista Wanda Guimarães num debate sobre o programa de regularização extraordinária dos vínculos precários na Administração Pública, na Assembleia da República, em Lisboa.

Wanda Guimarães acusou PSD e CDS, que governaram o país em coligação de 2011 a 2015, de terem "má consciência" e, à pergunta de aumentarem o número de precários, acusou a direita de querer despedir as pessoas.

António Carlos Monteiro, do CDS, citou palavras da dirigente sindical Ana Avoila ao dizer que há "mais 6%" de precários na função pública do que em 2015.

A deputada do PS admitiu que existem atrasos, lacunas e "por vezes injustiças", mas desafiou que alguém, "de boa fé", diga que "não é essencial" o combate à precariedade.

"Porque é que se sublinham apenas os aspetos menos positivos de uma minoria e não se sublinha o muito que foi ganho por uma maioria", questionou ainda.

Wanda Guimarães deu ainda alguns números, como os concursos -- 1.170 -- lançados para "quase 7.000 vagas" na administração central, enquanto na administração local foram abertos 3.600 concursos para cerca de 9.000 postos de trabalho.

E terminou a intervenção referindo a "feliz convergência, neste parlamento, das forças de esquerda que tornou possível este processo" de regularização.

 

 

Tópicos:

Monteiro,

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistada no Telejornal, a ministra da Saúde admitiu que reunir o consenso do PSD "não foi algo que tenha passado pelas preocupações do Governo".

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.