Trump diz que mais estímulos do BCE dariam "vantagem injusta" à Europa

| Economia

O Presidente norte-americano, Donald Trump, considerou hoje que uma nova descida das taxas de juro do Banco Central Europeu (BCE), hipótese admitida pelo presidente da instituição, daria uma "vantagem injusta" à União Europeia face aos Estados Unidos.

"Mario Draghi acaba de anunciar que podem vir novas medidas para estimular a economia (europeia), o que fez imediatamente cair o euro face ao dólar, dando-lhes uma vantagem injusta na concorrência com os Estados Unidos", disse Trump, na rede social Twitter.

Os europeus "fazem isso impunemente há anos, com a China e outros", acrescentou.

"Os mercados europeus subiram após os comentários (injustos para os Estados Unidos) feitos hoje por Mario D!", escreveu o Presidente norte-americano.

O presidente do BCE afirmou hoje que a instituição avançará com mais estímulos, que podem ser decididos nas próximas semanas, nomeadamente mais compras de ativos e cortes adicionais nos juros, se a inflação não recuperar na zona euro.

A taxa de inflação recuou em maio para 1,2% na zona euro, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat. O BCE tem como objetivo uma inflação próxima de 2%.

As bolsas europeias reagiram positivamente às declarações de Draghi, que discursava no Fórum do BCE, em Sintra.

Às 12:40 (hora de Lisboa), Milão ganhava 1,73% Paris subia 1,60%, Frankfurt 1,36% e Madrid 0,72%. A bolsa de Lisboa registava uma subida mais tímida, de 0,20%, no índice PSI20.

As afirmações de Trump ocorrem no dia em que a Reserva Federal, banco central norte-americano, inicia uma reunião de política monetária que termina na quarta-feira, esperando-se que possa dar sinais sobre o caminho que vai seguir, depois das pressões recentes para baixar as taxas de juro.

Tópicos:

BCE, Eurostat,

A informação mais vista

+ Em Foco

É até hoje a mais icónica das aventuras da exploração espacial. Há 50 anos, o Homem chegava à Lua à boleia da NASA. Percorrermos aqui todos os detalhes da missão, dia a dia.

    O programa Artemis, da NASA, tem como objetivo regressar ao satélite natural da Terra e, simultaneamente, preparar a viagem a Marte.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.