Greve dos funcionários não docentes fecham escolas um pouco por todo o país

por Antena 1

Foto: Pedro A. Pina - RTP

No primeiro de dois dias de greve dos funcionários não docentes há dezenas de escolas fechadas por todo o país. O dirigente sindical Artur Sequeira, da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, não avança com número de estabelecimentos encerrados, mas garante que são bastantes.

A greve serve para exigir aumentos salariais, integração nos quadros e a criação de uma carreira específica.

Os diretores das escolas querem esclarecimentos do Governo sobre a promessa de contratar mais de mil auxiliares. Promessa que ainda não foi cumprida, referem.