Ministro da Educação acredita que notas vão ser publicadas na data prevista

| Educação
Ministro da Educação acredita que notas vão ser publicadas na data prevista

Foto: Lusa

Os professores estão em greve às avaliações, o que já levou ao adiamento de perto de oito mil reuniões dos conselhos de turma.

Uma greve que pode colocar em causa a publicação das notas dos exames nacionais: o que implica o atraso nas colocações e início do próximo ano letivo.

Ouvido esta sexta-feira pela Antena 1, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse tudo estar a fazer para que o próximo ano letivo possa começar a tempo e horas.

Os professores com as greves em curso - e que deverão durar até ao final de julho - podem colocar em causa a publicação das notas dos exames, previstas para 12 de julho.

O ministro diz que não vai interferir e remete para o Colégio Arbitral a definição dos serviços mínimos.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.