Ed Miliband deverá demitir-se da liderança do Partido Trabalhista

| Eleições no Reino Unido

|

O líder dos trabalhistas britânicos, Ed Miliband, deverá apresentar esta sexta-feira a demissão, na sequência da derrota sofrida pelo partido nas eleições de quinta-feira no Reino Unido, noticiou a BBC.

O líder do principal partido da oposição britânica deverá comunicar a decisão à sua equipa antes de anunciá-la publicamente, o que deverá ocorrer pelas 12h00, segundo a televisão britânica.

Apesar de as sondagens sobre intenções de voto colocarem os dois principais partidos - Conservador e Trabalhista - praticamente empatados, as sondagens à boca das urnas dão uma vitória dos conservadores com uma maioria de 316 deputados, bem à frente dos trabalhistas, com 239, num total de 650 assentos da Câmara dos Comuns.

Entre as figuras mais destacadas do Labour que forram derrotadas contam-se o ministro-sombra das Finanças, Ed Balls, o líder na Escócia, Jim Murphy, e o ministro-sombra dos Negócios Estrangeiros, Douglas Alexander.

c/ Lusa

Tópicos:

Conservadores, David Cameron, Ed Miliband, Legislativas, Partido Conservador, Partido Trabalhista, Reino Unido, Trabalhistas,

A informação mais vista

+ Em Foco

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.