Europeias. Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente

| Eleições Europeias 2019

A secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, explicou à Antena 1 que o processo "mais moroso" do voto antecipado pode estar na origem do aumento das filas
|

Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente nas eleições europeias, uma novidade deste ato eleitoral que registou no domingo uma afluência de 76 por cento. Os dados são do Ministério da Administração Interna.

De acordo com os números da Administração Interna, divulgados pela agência Lusa, o número total de eleitores que exerceram o voto antecipado em Portugal continental e nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores é de 14.909.

As pessoas que votaram antecipadamente em mobilidade representam 0,16% dos portugueses recenseados em território nacional, de um total de 9.329.331 eleitores.
Alguns segmentos da população já podiam votar antecipadamente, mas uma das novidades introduzidas neste ato eleitoral é o alargamento dessa possibilidade a todos os portugueses recenseados em território nacional, os quais não precisam de justificar o motivo.

O Ministério tutelado por Eduardo Cabrita também adiantou que houve uma afluência às urnas de voto de 76 por cento, de um total de 19.584 pedidos de sufrágio antecipado em mobilidade.

Lisboa foi o distrito onde mais pessoas votaram antecipadamente (5.871) - apesar de apenas 68 por cento dos 8.595 inscritos terem comparecido para votar.

Lisboa registou a maior taxa de não votantes nas eleições antecipadas às europeias. Mais de oito mil eleitores inscreveram-se para votar na capital do país, mas pouco mais de 5.800 exerceram o voto, ou seja, 68 por cento de afluência no distrito de Lisboa.

Uma das causas para estes números pode ter sido as longas filas de espera, que levaram alguns eleitores a desistirem.

A secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, explicou à Antena 1 que o processo "mais moroso" do voto antecipado pode estar na origem do aumento das filas para votar.

No Porto votaram 2.293 pessoas e Coimbra 943. Em relação às regiões autónomas, a ilha da Madeira foi aquela onde mais pessoas votaram antecipadamente (410), seguida pela ilha de São Miguel (272), nos Açores.

Os restantes 4,675 eleitores que pediram para votar antecipadamente, mas que não exerceram no domingo o direito de voto, ainda o poderão fazer no próprio dia das eleições europeias, 26 de maio, na assembleia ou secção de voto onde se encontram recenseados, segundo a informação disponível no site da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Os eleitores com capacidade eleitoral ativa são 10.761.156 - em Portugal e no estrangeiro -, quando nas anteriores eleições para o Parlamento Europeu, em maio de 2014, eram 9.696.481.

c/ Lusa

Tópicos:

2019, Eleições Europeias,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Orlando, Donald Trump apresentou-se como vítima do jornalismo “fake” e insistiu no ataque à imigração ilegal.

Ján Kuciak e Martina Kusnírová foram encontrados mortos em casa, perto de Bratislava, a 26 de fevereiro de 2018.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.