Quem são os convidados do 1º programa?

| Fronteiras XXI

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
|

Um deles é bastante conhecido: Marcelo Rebelo de Sousa. Mas há mais dois, com estudos e experiência no tema do primeiro debate: "O populismo tem ideologia?"

Mónica Brito Vieira

Nasceu no Porto, há 42 anos. Depois de se licenciar em Relações Internacionais, Culturais e Políticas na Universidade do Minho fez um mestrado em Teoria Política no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa.

Depois partiu para a Universidade de Cambridge, no Reino Unido, onde concluiu um segundo mestrado e o doutoramento em História do Pensamento Político/Teoria Política. Regressou a Portugal como investigadora do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa até 2012, ano em que foi contratada pela Universidade de York, onde dá aulas.

É também Investigadora visitante a título vitalício do Murray Edwards College, Universidade de Cambridge. Especializada em Teoria Política, tem-se dedicado sobretudo ao estudo da representação política, de uma perspectiva histórica e contemporânea. É autora e co-autora de três livros e de múltiplos artigos internacionais em revistas de referência. Está agora em licença sabática, financiada pela British Academy, para realizar um projecto de investigação sobre a política do silêncio.

João Pereira Coutinho

É doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, onde também dá aulas. Licenciou-se em História, na variante História de Arte, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, cidade onde nasceu há 40 anos.

É cronista e escritor. Publica há 11 anos uma coluna de opinião no diário brasileiro Folha de S. Paulo (às terças e quintas-feiras) e escreve semanalmente uma crónica no Correio da Manhã. No site com o seu nome (http://www.jpcoutinho.com/), reúne muitas das suas crónicas, a mais antiga publicada em 1999.

Nesse ano, João Pereira Coutinho escrevia regularmente no semanário O Independente, tendo depois continuado a publicar no Expresso (2004-2008). Foi também comentador televisivo nos programas 25ª Hora e A Torto e a Direito da TVI-24. É autor de cinco livros de ensaios e crónicas, publicados em Portugal e no Brasil.

Marcelo Rebelo de Sousa


Chefe de Estado desde Março de 2016, foi eleito com o voto de 2,4 milhões de portugueses (52%). Mas as sondagens revelam que o seu índice de popularidade está a bater recordes, ultrapassando em muito os resultados eleitorais.

Aos 68 anos, o Presidente da República tem um longo currículo académico, político e mediático. Licenciado em Direito, doutorado em Ciências Jurídico-Políticas, foi professor durante mais de 40 anos na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Deu também aulas nas faculdades de Ciências Sociais e Humanas e de Direito da Universidade Católica Portuguesa e esteve na comissão instaladora e no Conselho Científico da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, que o doutorou honoris causa. Foi fundador dos Jornais Expresso e Semanário, onde assumiu funções de gestão e direcção.

A partir da década de 1960 começou a fazer análise política na imprensa, na rádio e na televisão. Durante 15 anos fez comentários semanais na TVI.
No Governo de Francisco Balsemão foi ministro dos Assuntos Parlamentares e inicialmente secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros. É um dos fundadores do Partido Social Democrata (PSD), que liderou durante três anos (1996 a 1999).

Esteve também na vice-Presidência do Partido Popular Europeu e foi Membro do Conselho de Estado. Presidiu às Assembleias Municipais de Cascais e de Celorico de Basto, e liderou a oposição na Câmara Municipal de Lisboa, cidade onde nasceu.

Tópicos:

FFMS, Marcelo Rebelo de Sousa, Populismo, RTP3, Fronteiras XXI,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.