Cardeal George Pell condenado a seis anos de prisão por abuso sexual

| Mundo

O cardeal australiano poderá cumprir pelo menos três anos e oito meses de prisão
|

O cardeal australiano George Pell foi condenado a seis anos de prisão por abuso sexual de dois rapazes do coro numa catedral em Melbourne, na Austrália, há mais de 20 anos.

O juiz Peter Kidd, do Tribunal de Comarca de Victoria, em Melbourne, ordenou que George Pell, de 77 anos, cumpra um mínimo de três anos e oito meses de prisão antes de ser elegível para sair em liberdade condicional.

O juiz declarou que, para a sentença, teve em conta os “crimes hediondos” cometidos por Pell, mas também a sua idade avançada e o facto de “ter levado uma vida irrepreensível”.

O cardeal George Pell, que enfrentava uma pena de prisão que podia chegar aos 50 anos, negou as acusações e já anunciou que vai recorrer da sua condenação em junho.
Ex-conselheiro do Papa

George Pell é o clérigo com o cargo mais elevado de sempre no Vaticano a ser condenado por abuso sexual de menores, tendo desempenhado funções de conselheiro económico do Papa Francisco e de ministro da Economia do Vaticano.

O júri condenou considerou-o culpado de ter abusado de dois rapazes de 13 anos, que pertenciam ao coro da igreja, e que foram apanhados pelo cardeal a beber vinho sacramental numa sala nas traseiras da catedral St. Patrick, em Melbourne, quando era arcebispo, tendo os abusos decorrido na sequência desse momento, na década de 90.

O tribunal, que apenas ouviu uma das vítimas, uma vez que a outra morreu há alguns anos, considerou provado que o cardeal forçou os rapazes a atos indecentes.

c/ agências

Tópicos:

Abuso, Cardeal, Condenado, George Pell, Menores,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Pedrógão Grande, dois anos depois dos incêndios, quase só os estrangeiros são atraídos para a região.

Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.