Cruz Vermelha Portuguesa pronta para enviar alimentos e verba para Moçambique

por Antena 1

Philimon Bulawayo - Reuters

A Cruz Vermelha Portuguesa afirma ter toneladas de alimentos prontos para serem enviados para Moçambique. O presidente Francisco George garante que a organização pretende ajudar a unir famílias separadas por esta tragédia.

Francisco George também refere que já foi aberta uma conta, no valor de cinco mil euros, para ajudar a população naquele território e que está disponível para receber donativos.

O presidente da instituição diz também que o trabalho no terreno é essencial para reduzir as consequências das fortes inundações em Moçambique.

Já a Cruz Vermelha Internacional teme que o número de mortos em Moçambique aumente de forma significativa.

A organização acedeu a imagens satélite das zonas mais afetadas pelo ciclone Idai e conclui que, perante os efeitos devastadores das cheias, o balanço de vítimas mortais deve ser bastante superior ao esperado.

No terreno já estão equipas de resgate, assim como várias associações de apoio humanitário.

Quanto ao governo português, promete ajudar na reconstrução do território mais atingido pelo ciclone.