Curdos votam em referendo de independência no Iraque

| Mundo
Curdos votam em referendo de independência no Iraque

Foto: Azad Lashkari - Reuters

Os curdos iraquianos estão esta segunda-feira a votar num referendo sobre a independência dentro deste território. A votação está a decorrer debaixo de um ambiente de entusiasmo, mas também de forte apreensão por causa das ameaças de represálias.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, afirmou no domingo que irá tomar "as medidas necessárias" para preservar a unidade do país e exigiu que a região autónoma do Curdistão entregue o controlo das suas fronteiras, entre as quais os aeroportos.

Al-Abadi também solicitou à comunidade internacional que trate "exclusivamente" com as autoridades de Bagdade as questões relacionadas com os postos fronteiriços e o petróleo.

No domingo, em Erbil, capital do Curdistão iraquiano e feudo do Presidente Massoud Barzani, afirmou que a parceria com Bagdade tinha falhado e apelou para a participação de todos os curdos na consulta pública.

O Irão já proibiu todos os voos com o Curdistão iraquiano a pedido de Bagdade e iniciou manobras militares perto da fronteira com o Curdistão, enquanto que a Turquia considerou o referendo uma "ameaça à segurança nacional" e alertou para eventuais consequências.

O jornalista da Antena 1 José Manuel Rosendo dá conta das últimas informações sobre este referendo.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Redação da RTP votou sobre as figuras e acontecimentos mais destacados, a nível nacional e internacional. Veja aqui as escolhas.

    O embaixador russo em Lisboa afirma, em entrevista à RTP, que as declarações e decisões de Donald Trump sobre Jerusalém podem incendiar todo o Médio Oriente.

    Rui Rosinha, bombeiro de Castanheira de Pêra, sofreu queimaduras de terceiro grau e esteve dez horas à espera de ser internado. Foi operado 14 vezes e regressou a casa ao fim de seis meses.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.