Davos 2018: O que é o Fórum Económico Mundial?

| Mundo

|

As pessoas mais ricas e poderosas do Mundo reúnem-se anualmente nas montanhas suíças. O que é que realmente acontece neste encontro de elites?

O Fórum de Davos começou como uma pequena conferência sobre gestão em 1917. O seu fundador, Klaus Schwab, desejava introduzir as técnicas de gestão norte-americanas para melhorar o baixo desempenho das empresas europeias.

Mas Davos cresceu desmesuradamente desde esse modesto começo. Nos dias de hoje é um encontro anual que reúne cerca de 3000 personalidades mundiais, do mundo empresarial, das finanças e da política.

O Fórum de Davos descreve a sua missão oficial como “melhorar o estado do mundo”. O evento tem lugar num centro de conferências no coração da pequena estância de esqui suiça de Davos.
Quem vai marcar presença?
Os políticos das grande potências mundiais não vão faltar ao encontro. Este ano o Fórum vai contar com as presenças de Emmanuel Macron, Angela Merkel, Theresa May, Justin Trudeau, Benjamin Netanyahu, Narendra Modi, entre muitos outros.

As principais figuras mundiais vão marcar presença em Davos. Foto: Denis Balibouse - Reuters

Tradicionalmente, os presidentes dos Estados Unidos não participam, mas este ano, Donald Trump, surpreendentemente decidiu aparecer. Embora na sua campanha eleitoral tenha criticado o tipo de "globalismo" que Davos representa.

Os analistas políticos esperam que Trump continue com o seu lema “America First”, sem se importar com tudo o resto. O seu objetivo é alargar a sua base política doméstica.

Também muitos dos líderes das maiores empresas do mundo vão estar presentes. Eis alguns dos nomes mais sonantes: Marc Benioff da Salesforce, Carlos Ghosn da Renault-Nissan-Mitsubishi e Sir Martin Sorrell do WPP, o maior grupo mundial de comunicações.

Altos dirigentes das Nações Unidas e do FMI também vão participar, assim como os presidentes dos bancos públicos, como Mark Carney do Banco de Inglaterra.

Um dos convidados deste ano é o músico Elton John. Foto: As principais figuras mundiais vão marcar presença em Davos. Foto: Denis Balibouse - Reuters

O Fórum também endereça convites a instituições de caridade, organizações não-governamentais e celebridades da música e do cinema. A ideia é contrariar a acusação que Davos é um encontro de elites plutocráticas.
O que vai acontecer?
A grande discussão é sobre temas recorrentes como a desigualdade, a pobreza, a inovação, o meio ambiente, entre outros. O tema oficial da reunião deste ano é: “Criar um futuro compartilhado num mundo fraturado”.

Mas a realidade é que as principais discussões e os principais negócios acontecem em salas privadas, em festas ou nos quartos dos hotéis. Tudo longe dos olhares dos jornalistas.

Para os defensores do Fórum é uma oportunidade para pessoas influentes e bem intencionadas fazerem algum bem ao mundo mas para os críticos Davos não passa de uma conspiração de elite nefasta para um mundo impotente.

Tópicos:

Davos, Encontro, Líderes, Mundo, Reunião, Suíça, Fórum,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.