Direita grega anuncia moção de censura ao Governo por acordo sobre Macedónia

| Mundo

|

O líder da oposição de direita grega, Kyriakos Mitostakis, anunciou hoje que vai apresentar uma moção de censura ao Governo de Alexis Tsipras para bloquear o acordo entre Antenas e Skopje sobre o nome da Macedónia.

Mitostakis, que falava no parlamento, disse que a moção "contra o governo" vai ser entregue hoje à tarde, depois da votação do último pacote de medidas exigido pelos credores internacionais à Grécia.

A moção da Nova Democracia põe em causa o direito do Governo de fechar um tal acordo sem consultar o parlamento.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e o homólogo macedónio, Zoran Zaev, anunciaram na terça-feira um acordo para renomear a ex-república jugoslava República da Macedónia do Norte, pondo fim a uma disputa de décadas que impediu o pequeno país balcânico de aderir a instituições internacionais como a NATO.

O acordo foi criticado em ambos os países e, na Grécia, foi nomeadamente posto em causa pelo parceiro de coligação de Tsipras, Panos Kamenos.

Tópicos:

Antenas,

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.