Irão acusado de tentar intercetar navio britânico

| Mundo

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif, negou as acusações e classificou o relatório britânico como "inútil".
|

Autoridades britânicas acusaram o Irão de tentar intercetar, sem sucesso, um petroleiro britânico que navegava no Estreito de Ormuz esta quarta-feira. A Guarda Revolucionária iraniana nega o incidente.

"Contra as regras do direito internacional, três navios iranianos tentaram impedir a passagem do navio mercante “The British Heritage”, no Estreito de Ormuz", declarou um porta-voz do Governo britânico.

O petroleiro britânico tinha deixado o Golfo Pérsico e navegava para o Estreito de Hormuz quando foi, alegadamente, intercetado por embarcações da Guarda Revolucionária do Irão. Os iranianos ordenavam que o navio alterasse a trajetória e seguisse em águas mais próximas do país.

De acordo com as autoridades britânicas, a Marinha Real Britânica HMS Montrose “foi forçada a posicionar-se entre os navios iranianos e a British Heritage e a emitir advertências verbais aos navios iranianos, que acabaram por se afastar”.
Irão nega incidente
"Não houve qualquer confronto com navios estrangeiros, incluindo britânicos, nas últimas 24 horas", declarou a Guarda Revolucionária iraniana à agência de notícias Sepah News, em reação à declaração do Governo britânico.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif, negou as acusações e classificou o relatório britânico como “inútil”, segundo a agência semi-oficial Fars.

“Aparentemente, o petroleiro britânico passou. O que [os britânicos] disseram e as reivindicações que foram feitas são para criar tensão e essas alegações não têm valor”, argumenta Javad Zarif.
Sucessivas tensões
O incidente surge uma semana após a Marinha Real Britânica ter apreendido um navio-tanque iraniano, Grace 1, em Gibraltar, sob suspeitas de infringir as sanções da União Europeia ao levar petróleo para a Síria. Após o acontecimento, o Presidente iraniano, Hassan Rouhani, lançou um aviso ao Reino Unido alertando de que “veriam as consequências”.

O Irão tem estado igualmente em constante tensão com os EUA, após ter enriquecido urânio a um nível proibido pelo acordo nuclear alcançado em 2015.

Sem vista à retoma do compromisso por parte do Irão para com o acordo nuclear, Donald Trump ameaçou esta quarta-feira que as sanções ao Teerão serão agravadas “em breve”.

Os EUA revelaram ainda estar a planear uma aliança militar para patrulhar as águas ao largo do Irão e do Iémen, com o objetivo de garantir “a liberdade de navegação”.

Tópicos:

Grã-Bretanha, Navios, Irão,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.