Mãe de Navalny recebe ultimato. "Concorde com funeral secreto ou será enterrado na prisão"

por RTP
Foto: Darrin Zammit Lupi - Reuters

Uma semana após a morte do opositor russo, a mãe de Alexei Navalny recebeu um ultimato por parte das autoridades russas, adiantou um porta-voz da família esta sexta-feira. Lyudmila Navalnaya terá de aceitar nas próximas três horas um funeral secreto, sem despedida pública, ou o filho será enterrado na colónia penal onde morreu, no Ártico.

Kira Yarmysh, porta-voz da família Navalny, disse esta sexta-feira que Lyudmila Navalnaya rejeitou o ultimato e exigiu às autoridades russas que cumpram a lei.

“Ela exige o cumprimento da lei, segundo a qual os investigadores são obrigados a entregar o corpo no prazo de dois dias após o apuramento da causa da morte. De acordo com os documentos médicos que ela assinou, esses dois dias expiram amanhã [sábado]”, adiantou a porta-voz.

Na quinta-feira, a mãe de Navalny denunciou ter sido alvo de “chantagem” por parte das autoridades russas, que a tentaram forçar a realizar uma cerimónia fúnebre, sem enlutados.

Esta sexta-feira, Dmitry Muratov, jornalista laureado com o Prémio Nobel da Paz, apelou nas redes sociais para que o corpo de Navalny seja entregue à família “sem quaisquer condições”.

Mais de 25 personalidades russas subscreveram o pedido e pediram às autoridades russas a libertação do corpo de Alexei Navalny.
pub