Papua Nova Guiné. Atividade vulcânica obriga à evacuação de populações

| Mundo
Papua Nova Guiné. Atividade vulcânica obriga à evacuação de populações

A ver: Papua Nova Guiné. Atividade vulcânica obriga à evacuação de populações

Quase quinze mil pessoas abandonaram as casas na Papua Nova Guiné. Tudo por causa da atividade vulcânica dos vulcões Manam e Uluan.

Em apenas cinco dias registaram-se duas erupções. Só na ilha de Manam, quase três mil e oitocentos habitantes foram retirados do local.

A Cruz Vermelha Internacional diz que cerca de 1000 pessoas ficaram sem habitação. Além das casas, o extenso manto de cinzas e fumo lançado pelo vulcão destruiu poços, hortas e plantações o que deixou as pessoas com escassez de água potável e de alimentos.

A ilha, com apenas dez quilómetros de largura, tem um dos vulcões mais activos do Pacífico. Foi o segundo a entrar em erupção esta semana.

Na quarta-feira o Uluan expeliu cinzas e fumo num raio de 18 quilómetros e forçou 11 mil pessoas a procurar ajuda nos centros de refúgio.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.