Sem vítimas. Sismo de magnitude 5.3 abala Atenas

| Mundo

Imagem do ponto onde foi registado o epicentro do sismo
|

Um sismo de magnitude 5.3 a noroeste de Atenas foi sentido na capital. Várias pessoas no local dizem que o abalo foi forte mas "felizmente não muito longo", adianta a Reuters.

O epicentro do sismo foi registado pelo centro de monitorização europeu (European Earthquake Monitoring Centre) pouco após as duas horas da tarde locais, 22 quilómetros a Noroeste de Atenas. Para já apenas há a registar perturbações no sistema de comunicações: a eletricidade e as comunicações telefónicas estavam a funcionar a meio gás, com intermitências.

Um edifício colapsou, de acordo com o Ethnos.gr. Tratava-se, adianta a publicação, de uma estrutura desabitada, não tendo havido qualquer dano relativamente a pessoas. O Ethnos.gr acrecenta que o edifício desabou sobre uma viatura que estava estacionada em frente.

Há, entretanto, relatos de pessoas que abandonaram os seus locais de trabalho para se concentrarem nas ruas da capital. Muitas destas pessoas acorreram à Praça Syntagma, temendo réplicas do sismo, já assinaladas por testemunhos e pelos centros de monitorização. Sotiris Nikas, do gabinete em Atenas da Bloomberg, registou um ambiente ainda assim calmo na famosa praça.

Uma das infraestruturas em que se sentiu particularmente o abalo foi o aeroporto internacional de Atenas, nesta época do ano a registar forte afluência de turistas em trânsito de e para o país.Há vinte anos, em 1999, a área do epicentro deste sismo produziu um abalo de 5.9 que fez 143 mortos.

“O sismo ocorreu muito próximo da superfície, razão pela qual foi sentido com esta intensidade”, explicou na cadeia de televisão grega Star TV um sismologista.

A inexistência de vítimas foi entretanto confirmada pelos bombeiros locais, que sublinharam a existência de pedidos de pessoas presas em elevadores. Serão 15 as pessoas encurraladas a quem as equipas de segurança procuram agora chegar.

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.