Tempestade tropical Max a formar-se a sul da costa do México

| Mundo

Uma tempestade tropical, denominada Max, formou-se ao largo da costa sul do México, do lado do oceano Pacífico, mas não deverá ganhar muita força antes de atingir terra, esta quinta-feira.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos anunciou hoje que o Max se formou a cerca de 185 quilómetros a oeste-sudoeste da estância balnear de Acapulco.

A tempestade apresentava ventos constantes de cerca de 65 quilómetros/hora e estava a deslocar-se de leste para nordeste a uma velocidade de seis quilómetros/hora.

O Governo mexicano emitiu um alerta de tempestade tropical para a costa do país, entre a zona balnear de Zihuatanejo e Punto Maldonado.

A tempestade não deverá ganhar muita força antes de atingir a costa, a leste de Acapulco na quinta-feira.

No entanto, segundo o centro de furacões, a tempestade pode causar chuvas torrenciais nas zonas costeiras já atingidas na semana passada por um sismo de magnitude 8,1 na escala de Richter.

Tópicos:

Zihuatanejo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.