Tempestade tropical Max a formar-se a sul da costa do México

| Mundo

Uma tempestade tropical, denominada Max, formou-se ao largo da costa sul do México, do lado do oceano Pacífico, mas não deverá ganhar muita força antes de atingir terra, esta quinta-feira.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos anunciou hoje que o Max se formou a cerca de 185 quilómetros a oeste-sudoeste da estância balnear de Acapulco.

A tempestade apresentava ventos constantes de cerca de 65 quilómetros/hora e estava a deslocar-se de leste para nordeste a uma velocidade de seis quilómetros/hora.

O Governo mexicano emitiu um alerta de tempestade tropical para a costa do país, entre a zona balnear de Zihuatanejo e Punto Maldonado.

A tempestade não deverá ganhar muita força antes de atingir a costa, a leste de Acapulco na quinta-feira.

No entanto, segundo o centro de furacões, a tempestade pode causar chuvas torrenciais nas zonas costeiras já atingidas na semana passada por um sismo de magnitude 8,1 na escala de Richter.

Tópicos:

Zihuatanejo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.