Volodymyr Zelensky visita Portugal na terça-feira

por RTP
Foto: Gleb Garanich - Reuters

O presidente ucraniano vai visitar Portugal esta terça-feira, devendo chegar ao país ao início da tarde. Zelensky vai reunir-se com o primeiro-ministro e o presidente da República. Está também previsto que Lisboa e Kiev assinem um acordo de segurança e cooperação militar. A visita irá terminar com um jantar no Palácio de Belém.

De acordo com a Presidência da República portuguesa, Volodymyr Zelensky vai visitar o país esta terça-feira, onde irá encontrar-se com Marcelo Rebelo de Sousa e o primeiro-ministro português, Luís Montenegro.

"A convite do Presidente da República e do primeiro-ministro, o Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky deslocar-se-á a Portugal amanhã (terça-feira), 28 de maio"
, lê-se numa nota publicada no site oficial da Presidência da República.

A visita de Zelensky "insere-se na intenção partilhada de aprofundar as excelentes relações entre os dois Estados, com enfoque particular no reforço da cooperação no domínio da segurança e defesa". 

"Será ainda oportunidade para reiterar o compromisso de Portugal para com a soberania e integridade territorial da Ucrânia, bem como com a manutenção do apoio político, militar, financeiro e humanitário a Kyiv", acrescenta ainda a nota.

Na conferência de imprensa esta segunda-feira, em Madrid, Volodymyr Zelensky apenas indicou que está a "planear" uma visita futura a Portugal.

Fonte do governo avançou à RTP que Ucrânia e Portugal vão assinar um acordo de segurança e cooperação militar.

Volodymyr Zelensky está esta segunda-feira em Madrid e segue para Portugal para se encontrar com o primeiro ministro, Luís Montenegro, bem como com o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa.

A visita de Zelenszky terminará com um jantar no Palácio de Belém.

Em declarações a partir de Bruxelas, o ministro português dos Negócios Estrangeiros adiantou esta segunda-feira que o acordo a ser assinado é o culminar dos últimos dois anos de apoio, mas também a base para os próximos dez anos de cooperação entre os dois países. 

O acordo que será assinado na terça-feira foi concluído há várias semanas e trata-se de um acordo bilateral que abrange as várias áreas em que Portugal e Ucrânia cooperaram nos últimos anos e "com um horizonte" para os próximos dez anos.

Paulo Rangel não deu mais pormenores sobre o entendimento, revelando apenas que este inclui a "assistência humanitária, financeira, militar e política" no âmbito do processo de integração da Ucrânia na UE.
pub