Daniela Santiago

Daniela Santiago

Opiniões mais Recentes

José Luís Juez franze o rosto quando olha para o céu. Este sol de novembro está tão forte que o obriga a semicerrar os olhos, cada vez que explora o horizonte à procura de uma nuvem. “Nem uma”, desabafa enquanto muda o cajado de mão, para limpar o suor com a direita. “Nem uma bendita nuvem, ...

    Colei os olhos aos teus assim que te vi. Acho que se cruzaram. O teu olhar seguiu em frente, assustado, surpreendido por aquele colo que não te era nada. O meu olhar? Continuou mergulhado nesses olhos pequeninos castanhos que, dificilmente, vão afogar-se nas memórias de 43 anos de vida. Não tens ...

      Pergunta o jornal El Mundo e interroga-me a minha filha, com aqueles olhos grandes e escuros de quem cresce à velocidade de um eucalipto, apesar de ser forte e robusta como um carvalho ou um sobreiro, que me acolhe na sua imensa sombra em dias de inferno.

        Só um emigrante sabe o prazer dilacerante, o gosto inebriante, a satisfação que nos adoça a alma, quando o país que o gerou vence algo. É tão bom. Entusiasticamente reconfortante. É uma alegria, simplifiquemos o vocabulário.

          Infelizmente, não estamos a falar de Hamlet, esta tragédia não se passa no reino da Dinamarca e, dificilmente, seria imaginada por Shakespeare, há mais de 410 anos, quando surtos de epidemias dizimavam povoações inteiras.

            Tem um olhar sublime. Um olhar que desarma. Direto. Franco. Generoso. Sensual. Imensamente jovem. Profundamente jovem. Eternamente jovem. Perla Cristal tem nome de estrela e é uma estrela. Cintila pela carreira de sete décadas e pela energia que nos oferece em cada palavra, em cada pestanejar. ...

              Passaram 21 anos. Vinte e um anos e continuo apaixonada por ti. Não sei se é amor. Tenho a certeza que é paixão e por isso continuo aqui, apesar de tantas discussões, desencontros, desilusões.

                “Si te pego, te estropeo”. “Se te agarro, dou cabo de ti”, disse Diego Maradona ao jornalista da Cadena Cope, que o esperava à porta do hotel em Madrid. O antigo futebolista, ídolo de milhões de jovens, está na capital espanhola para assistir ao jogo Real Madrid – Nápoles (onde jogou), da Liga dos ...

                  Haja memória, pelos nossos filhos. Pela nossa sanidade mental, apelo à memória, neste 28 de janeiro, que as Nações Unidas instituíram como “Dia da Libertação de Auschwitz”, uma data para recordar milhões de vítimas do Holocausto. 72 anos depois, do outro lado do mundo desses mundos de horror de ...

                    Ambos podem poluir, contaminar, envenenar tudo o que os rodeia. O desastre é imprevisível, tal como são as consequências, desastrosas e irreparáveis.

                      “Que ricas bochechinhas! São mesmo iguais às do Soares”.Detestava q ue o fizessem. Ainda não tinha tido tempo para erguer o sobrolho e ver a cara do atrevido, já a minha face direita estava apertada entre o polegar e o indicador de um estranho, de um familiar ou amigo dos meus pais que insistia na ...

                        O ano estava quase a terminar, faltavam 2 meses, quando Espanha teve um Governo renovado. Vamos chamar-lhe assim. Mariano Rajoy continua no poder, o executivo pouco tem de novo, os principais ministros mantêm-se, o essencial das políticas também.

                          Em tempos de cólera, há que enaltecer quem merece. Seja pela coragem, pela irreverência, pela entrega aos outros ou, simplesmente, porque nos fazem bem.

                            Morreu ali mesmo ao lado, na Praça das Cortes. Num hotel que fica a metros da Escadaria dos Leões, no Congresso dos Deputados. Faltava pouco para a primeira sessão de controlo ao Governo de Mariano Rajoy começar.

                              Confesso que é algo que me atrai: a possibilidade de uma improbabilidade acontecer. Gosto da surpresa e, mais ainda, de assistir à forma como algumas maiorias, no conforto das suas verdades feitas, são surpreendidas pela força do improvável que se concretiza.

                                Pequenos, grandes, abertos como uma flor, apertados como se escondessem um segredo, reboludos como azeitonas. Há alguns absolutamente perfeitos, outros dignos de andar sempre encobertos. Umbigos há muitos, tantos que temos de olhar para o do vizinho, para aquele que está do outro lado da rua, para ...

                                  Os socialistas espanhóis asseguram que deram uma lição de democracia à política. No entanto, ao votar contra, na primeira votação, e ao abster-se na segunda, 48 horas depois, permitem a continuidade de Mariano Rajoy, revelam que não sabem o que querem, para além de salvaguardar a própria ...

                                    A uma Espanha que ficou muito aquém das expectativas na ajuda e acolhimento de refugiados, chega a história de uma jovem síria com paralisia cerebral que, numa cadeira de rodas, guiou a irmã por quase 6 mil km até ao El Dorado europeu, o país que sempre tinham sonhado, a Alemanha.

                                      Em quase um ano limitou-se a estar quieto, quase imóvel. Parecia adivinhar que a inércia lhe devolveria o poder, o domínio que, afinal, nunca deixou de ter, sentado na Moncloa. Mariano Rajoy parecia saber que a imobilidade lhe traria mais votos, que o maior partido da oposição ia autodestruir-se e ...

                                        A crise política que se arrasta há mais de 9 meses em Espanha tem uma vítima anunciada, que dificilmente poderá resistir à vertigem dos acontecimentos e da pressão mediática dos próximos dias. Pedro Sánchez, que conduz os destinos do Partido Socialista desde o verão de 2014, está a ser “varrido” da ...

                                          Mariano Rajoy discursou de forma cirúrgica, precisa. Recebi o texto de investidura do candidato, pouco antes do início da sessão, esta terça-feira, enquanto contava as horas para entrar no bloco operatório. Irónico, não? A votação, o primeiro chumbo de Rajoy numa sessão como esta, coincidiu com a ...

                                            De Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Entendo, finalmente, esta expressão. Se os noivos forem como os políticos espanhóis, nem há casamento, nem separação. Vão passar-se meses de indefinição, de “chove não molha”, até que se consuma o ato, a boda, entenda-se. Quando ao resto, julgo que o ...

                                              Hoje, não me apetece.Esta semana não me apetece escrever.Parem o Mundo que eu quero descer.Por Tutatis, o céu vai cair-nos em cima da cabeça.

                                                Já tentei, por várias vezes. Não consigo. Não consigo deixar de ouvir os gritos. Não consigo desligar, apagar o desespero daquele pai, no Hospital Pasteur, em Nice, quando, por fim, lhe disseram que o filho estava morto. Há mais de 24 horas que o procurava, arrastava-se de hospital em hospital, a ...

                                                  Era um disparate, diz Mariano Rajoy, de olhos arregalados escondidos pelos óculos, termos outras eleições. Passaram quase 7 meses sobre a primeira ida às urnas, a 20 de dezembro. Dia que marcou o fim do bipartidarismo e o nascimento do Parlamento mais fragmentado de sempre. Desde então, parece que ...

                                                    Portugal está na final do Europeu de Futebol.

                                                      Ou a eficácia de matar onde “dá mais pontos”.

                                                        Pedro Sanchez caminha na rua, dirige-se para uma ação de campanha. Cruza-se com uma família africana, mãe e dois filhos. A mulher tem algo numa das mãos, um pacote com comida. Sanchez passa, cumprimenta a mãe, com um aperto de mão, e depois as crianças. O mais pequeno olha para a palma da mão, ...

                                                          Como o “cavaleiro da triste figura” de Cervantes, os políticos continuam a insistir em lutar contra gigantes, sem reparar que são apenas moinhos de vento. Por algum motivo, parecem ter perdido a razão, tal como Quixote, voltam a cometer os mesmos erros, a repetir críticas, a sublinhar as mesmas ...

                                                            Os olhos azuis confundem-me. Parece que estou a olhar para o mar. São de uma profundidade, de uma limpidez pouco usual. No rosto, há ondas de pequenas rugas de expressão. Sorri tanto. São pequenos grãos provocados também pela canícula dos verões de Madrid e pelo frio impiedoso dos Invernos. ...

                                                              “É proibido proibir! ”. A frase andou de boca em boca no maio de 68, vagueou pelos ideais de milhares de jovens que, conduzidos por Daniel Cohn-Bendit, exigiam mudanças, o direito a ser ouvidos, a expressar-se, a pedir o impossível. Quase 50 anos depois, neste maio de 2016, ainda há quem acredite ...

                                                                Não contaram nada a ninguém, mas todos sabiam que andavam a encontrar-se às escondidas. Deixaram os detalhes para outros, reservaram o fim do dia, o lusco-fusco que encanta escritores, apaixona pintores, hipnotiza realizadores… para anunciar a união. Abraçaram-se no crepúsculo da Puerta del Sol em ...