ANTRAM desiludida com postura do sindicato

por Antena 1

O que está assinado nesta altura é um protocolo com a ANTRAM com a vista à implementação de um salário base de 700 euros em janeiro de 2020, 800 euros no ano seguinte e 900 em 2022, para os motoristas de matérias perigosas.

Para além da atualização salarial estão em causa vários subsídios inerentes ao desempenho da atividade e as diuturnidades que a ANTRAM defende que sejam aplicados por fases.

O advogado da estrutura patronal André de Almeida diz que os transportadores saíram desiludidos.

Para já não há mais nenhuma reunião agendada. A greve anunciada mantém-se para 12 de agosto por tempo indeterminado.