Câmara de Gaia e Lancaster College promovem cursos de línguas para alunos carenciados

| País

A Câmara de Gaia e o Lancaster College assinaram hoje um protocolo de atribuição de 75 bolsas de cursos de línguas para alunos de famílias carenciadas, um ato que a autarquia quer ver "replicado" por outras empresas e áreas.

"Este é um protocolo em que a Câmara não tem ónus financeiro absolutamente nenhum. É um protocolo que espero que seja replicável a outras empresas e áreas, por exemplo as tecnológicas", disse, à margem da cerimónia de assinatura do protocolo, à Lusa, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

O autarca explicou que à autarquia caberá a tarefa de identificar os alunos que irão frequentar estes cursos de línguas no Lancaster College, um estabelecimento escolar privado que se dedica ao ensino de Inglês entre outros idiomas estrangeiros.

"Esta é uma bolsa de mérito para os alunos com aproveitamento mas com carências económicas. Como é que identificamos isso? Através dos escalões de apoio sócio-escolar", descreveu Vítor Rodrigues.

Por sua vez, o responsável do Lancaster College, Rui Mitchel, explicou esta opção de lançar bolsas para alunos provenientes de famílias carenciadas como forma de "dar o exemplo" e respeitar a "responsabilidade social" de uma empresa face "à sociedade que a rodeia".

"Achamos que os cursos de línguas, à parte do que é lecionado no ensino regular, não devem estar vedados a quem não tem possibilidades económicas por serem tão importantes hoje em dia", referiu.

De acordo com o protocolo de cooperação assinado hoje ao Lancaster College caberá acompanhar parâmetros como comportamento, assiduidade e aproveitamento escolar dos alunos eleitos para estas bolsas e, posteriormente, reportar estes dados à autarquia.

As aulas poderão ser dadas nas instalações deste colégio em Mafamude ou Seixezelo, freguesias de Gaia, ou no concelho de Espinho, de acordo com as vagas existentes e a proximidade para as famílias.

Estão "habilitados" a estas bolsas alunos do 2.º e 3.º ciclos, residente em Gaia, com situação de carência financeira comprovada e provas de mérito escolar no ano letivo anterior ou em curso.

Já durante a cerimónia, que contou com a presença de alunos, famílias, responsáveis de agrupamentos de escolas autarcas e professores, o presidente da Câmara de Gaia descreveu outros projetos que está a levar a efeito na área da educação neste concelho.

O lançamento de um serviço de pequenas reparações em escolas, em parceria com as Juntas de Freguesia, a abertura do Centro Escolar de Avintes prevista para setembro, e a revisão do modelo das AEC`s (Atividades de Enriquecimento Curricular) foram alguns dos projetos descritos.

Tópicos:

AEC, Gaia Câa, Lancaster College, Mafamude,

A informação mais vista

+ Em Foco

Ján Kuciak e Martina Kusnírová foram encontrados mortos em casa, a ...

    Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.