Continente, Madeira e Açores com risco `muito elevado` de exposição à radiação UV

| País

Todas as regiões de Portugal continental, Madeira e Açores apresentam hoje um risco `muito elevado` e `elevado` de exposição à radiação Ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, todas as regiões estão com risco `muito elevado` com exceção dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Coimbra, Castelo Branco e Leiria que estão com níveis `elevados`.

O Instituto colocou ainda Santa Cruz das Flores (ilha das Flores, Açores) em risco `moderado`.

Para as regiões com risco `muito elevado` e `elevado`, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, `t-shirt`, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

No caso de risco `moderado` são aconselhados óculos de Sol e protetor solar.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é `baixo`, 3 a 5 (`moderado`), 6 a 7 (`elevado`), 8 a 10 (`muito elevado`) e superior a 11 (`extremo`).

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral entre o cabo Raso e o rio Douro até meio da manhã, nebulosidade que poderá persistir em alguns locais da faixa costeira.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado no litoral oeste e nas terras altas, em especial durante a tarde.

O Instituto prevê ainda neblina ou nevoeiro matinal no litoral a norte do cabo Raso, pequena subida da temperatura mínima nas regiões Centro e Sul e pequena subida da máxima mais significativa nas regiões do interior.

Na Madeira prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul da ilha e nas zonas montanhosas.

Está também previsto vento moderado de nordeste, soprando moderado a forte, por vezes com rajadas até 60/70 quilómetros por hora, em alguns locais montanhosos e no extremo leste.

A previsão aponta ainda para uma pequena subida de temperatura nas zonas montanhosas e nas vertentes sul da ilha.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros no grupo ocidental (ilhas das Flores e Corvo) e vento bonançoso a fresco.

No Funchal as temperaturas variam entre 22 e 29 graus celsius e em Ponta Delgada entre 20 e 25.

No que diz respeito ao continente, as temperaturas máximas vão oscilar entre os 22 graus (Viana do Castelo) e 35 (em Évora). As mínimas vão variar entre os 10 (Bragança) e os 21 graus (em Faro).

Tópicos:

Cruz, Flores, Ponta Delgada,

A informação mais vista

+ Em Foco

O editor de Política Internacional da RTP, Ricardo Alexandre, comentou a sentença do antigo general sérvio-bósnio.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.